30.11.08

Improvável - Conto de Fadas

Ultra-banda larga consumirá energia demais

A velocidade oferecida pela Internet de ultra-banda larga em serviços como video on demand, jogos online em tempo real, redes sociais e peer-to-peer, videoconferência, entre outros, vai aumentar mundialmente o consumo de energia.

E isso acontecerá apesar dos equipamentos eletrônicos estarem cada vez mais econômicos do ponto de vista do consumo energético. Essa é a conclusão de um estudo realizado por pesquisadores do Departamento de Engenharia Elétrica e Eletrônica da Universidade de Melbourne. Na Austrália, esse aumento será de 0,5% até 2020.

O aumento no consumo de energia pode até ser considerado pequeno, mas é um dado que vem na contramão dos esforços internacionais para redução do gasto de energia e emissão de carbono.

Os pesquisadores australianos aconselham às empresas que otimizem e atualizem sua infra-estrutura em TI, embora reconheçam que o preço disso pode ser proibitivo para pequenas e médias empresas.

Itália cobrará impostos de sites pornôs

A crise econômica acaba de fazer mais uma vítima na Itália: a indústria pornográfica. Silvio Berlusconi, primeiro-ministro italiano, decidiu cobrar impostos sobre qualquer manifestação artística pornográfica, isso inclui os sites de sexo e, também, os filmes pornôs publicados em CDs, DVDs e mídias online.

Berlusconi explicou que se uma pessoa visitar um site pornô pago, será tributada em 25%. O mesmo vale para as empresas que produzem conteúdo. O dinheiro proveniente dessa tributação será usado para reduzir o efeito da atual crise econômica na Itália, disse o primeiro-ministro.

O imposto será cobrado daqui a dois meses, provavelmente. Tempo necessário para os governistas italianos escreverem um decreto com artigos definindo os tipos de imagens e vídeos que se encaixam em pornografia.

NET leva banda larga mais rápida ao RJ

A região do Leblon, no Rio de Janeiro, será a única do país que terá o serviço de banda larga NET Virtua 5G, em caráter experimental, durante seis meses.

A novidade, na versão 60 Mega, estará disponível sem custo nenhum para os assinantes do pacote NET Combo HD Max, que custa R$ 399,90.

O atual serviço, topo de linha da empresa, conta com uma velocidade de 12 Mega, ou seja, cinco vezes menor do que a quinta geração oferecerá. Ele atuará junto aos outros recurso já disponíveis no pacote: TV em alta definição, gravador digital, NET Vírtua Mega Flash, Net Fone via Embratel, instalação de rede wireless e segurança online.

José Felix, presidente da NET, diz que pretende estender os testes a outras localidades do Rio de Janeiro, e em outros estados do país.

Para ter acesso, deve ser instalado, na casa do cliente, um Cable Modem, que tem capacidade para operar em velocidade de até 300 Mbps.

Também haverá, além disso, um sistema de distribuição de vídeo pela web denominado CDS-IS (Content Delivery System - Internet Stream) que será utilizado para disponibilizar vídeos em alta definição no computador conectado ao NET Vírtua 5G.

Todos os moradores do bairro do Leblon poderão testar o recurso, caso mudem para o Combo HD Max, sem gasto adicional.

Google admite que violou termos do iPhone

Para desenvolver o recurso que permite busca por voz no iPhone, o Google desrespeitou regras da Apple.

Um porta-voz do Google confirmou, esta semana, que seus desenvolvedores tiveram acesso a APIs do iPhone que ainda não foram liberadas pela Apple. A afirmação foi feita por um diretor do Google ao site Cnet.

O recurso permite que o usuário faça uma busca no Google apenas dizendo os termos que deseja pesquisar, como “restaurante” ou “clima na minha cidade”. O aplicativo do Google é o primeiro deste tipo para iPhone.

O fato de não existir nenhuma outra aplicação do tipo para o celular da Apple se deve menos à inovação do Google e mais ao fato da fabricante ainda não ter liberado os códigos que permitem desenvolver este tipo de sistema.

Segundo a Apple, esta parte das APIs ainda precisa ser melhor trabalhada para ficar disponível a todos os desenvolvedores. A aplicação do Google, apesar de ferir uma regra da Apple, obteve o aval da companhia de Steve Jobs, e está disponível na web.

Um vídeo da TV INFO mostra como funciona a busca por voz do iPhone.


Cracker é preso em SP por desvio de R$2,2 mi

A polícia de São Paulo prendeu um jovem de 22 anos acusado de furtar dados de empresas e transferir R$ 2,2 milhões.

O cracker, identificado como J.S.N, conseguiu dados bancários como número da conta e senhas de acesso de ao menos cinco empresas paulistas. As informações foram obtidas por meio de phishing e monitoramento de redes privadas.

De posse dos dados, o jovem conseguiu fazer várias transações online entre os dias 5 e 12 de setembro. Em todos os cinco casos, as empresas tinham conta num mesmo banco. A Polícia Civil não divulgou o nome da instituição financeira lesada a fim de não expor suas falhas.

O cracker fez os recursos desviados se deslocarem por 28 contas diferentes e a polícia não conseguiu identificar o autor dos furtos apenas rastreando as transferências e saques.

Esta semana, no entanto, especialistas da polícia conseguiram identificar o IP de uma das conexões que o cracker usou entre em setembro. Com esta informação, chegaram até uma loja de brinquedos na cidade de Mogi das Cruzes, a 50 quilômetros da capital.

No local, o jovem J.S.N foi interrogado e acabou preso. Segundo a polícia, o cracker confessou os crimes e disse usar o PC de sua própria loja para fazer os ataques contra bancos, pois acreditava que não poderia ser rastreado.

A loja de brinquedos era usada como uma fachada para lavar dinheiro obtido com os desvios online. Boa parte dos recursos obtidos em transferências online, era lançada no faturamento da empresa como vendas de brinquedos.

Segundo a assessoria de imprensa da polícia civil paulista, o jovem já possuía passagem por furto e lavagem de dinheiro.

Após estréia fabulosa, Chrome empaca

Google tenta livrar Chrome da alcunha de cavalo paraguaio / Reprodução
Relatório da Net Applications mostra que navegador do Google não sustentou o ritmo inicial de crescimento e, atualmente, está atrás do Opera.

As estatísticas de uso de navegadores feitas pela Net Applications no mês de outubro apontam que o Chrome ficou com 0,74% de market share.

O número é decepcionante se observada a estréia impressionante do browser, que chegou a anotar 2,6%* de participação de mercado apenas um dia após o Google liberar seu download.

Pelos novos dados da Net Applications, o Chrome parece ter despertado grande curiosidade na data de seu lançamento, mas depois foi deixado de lado por muitos usuários.

O Google avalia que a oscilação do Chrome no mercado de browsers é normal, uma vez que o produto ainda não está pronto e a versão conhecida pelos usuários é apenas um beta, ainda carente de muitas características em desenvolvimento.

Os números da Net Applications levam em conta dados colhidos de 40 mil sites hospedados na América do Norte e na Europa e abrangem um universo de 160 milhões de usuários únicos.

O líder* neste mercado é o Internet Explorer, que detém 71,3% do mercado, seguido pelo Firefox com 20%. Em terceiro lugar aparece o Safari, da Apple, com 6,6%. O Opera tem 0,75% e o Chrome 0,74%.

* de acordo com medições da Net Applications

Sente a bordo da nova Ferrari Spider, em 3D

Ferrari Scuderia Spider 16M: apenas 499 unidades, a partir de US$ 280 mil /
A montadora italiana lançou há poucos dias o seu novo conversível, o Ferrari Scuderia Spider 16M, e agora, para promovê-lo, colocou na web um recurso de navegação em 3D.

O recurso oferece um bom panorama do interior do carro e passa algumas informações sobre as novidades do modelo, como o avançado sistema de som com Wi-Fi e o iPod Touch de 16 GB integrado ao painel, de fábrica.

Considerado o conversível mais rápido do mundo (possui velocidade máxima de 314 km/ h e chega de 0 a 100 km/h em 3,7 segundos), a nova Ferrari é limitada a apenas 499 unidades. Trata-se de um lançamento comemorativo ao 16º título mundial de construtores na Fórmula 1, obtido em 2008, depois da vitória de Felipe Massa no GP do Brasil.

O preço varia de US$ 280 mil a US$ 320 mil e estará disponível em apenas duas pinturas: preto com cinza e tricolor.

Clique aqui para conferir o site do veículo.

Lula sanciona lei contra pedofilia online

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou um projeto de lei que aumenta a punição e abrangência de crimes relacionados à pedofilia na internet.

A iniciativa, no entanto, para ser efetiva necessita de parcerias com provedores, segundo especialistas.

Além de aumentar a pena máxima de crimes de pornografia infantil na Internet de 6 para 8 anos, a lei criminaliza a aquisição, posse e divulgação para venda de material pornográfico, condutas que não estão previstas na lei atual e que já são vigentes em outros países. O Brasil ocupa o quarto lugar no consumo de pedofilia no mundo, segundo a Polícia Federal.

"Não é exagero dizer que será uma das leis mais avançadas do mundo em termos de combate à pornografia infantil na Internet", disse o presidente da ONG Safernet Brasil, Thiago Tavares, entidade que recebe denúncias de crimes cibernéticos contra direitos humanos.

Mas especialistas dizem que, para as denúncias desse tipo poderem ser investigadas, os provedores de serviços de Internet precisam desabilitar e remover o acesso ao conteúdo e, ao mesmo tempo, preservá-lo para que seja possível identificar o autor do crime.

Para a procuradora Adriana Scordamaglia, do Ministério Público Federal de São Paulo, "estamos bem calçados" em relação à lei. Mas ela acrescentou que sem um apoio dos provedores, a lei será "letra morta".

De acordo com dados da ONG Safernet Brasil, entre o final de janeiro e final de junho deste ano, das 636.350 denúncias recebidas pela organização, 596.738 (93,77 por cento) referem-se a perfis ou comunidades do site de relacionamentos Orkut. Cerca de 40 por cento desse total dizia respeito à difusão de pornografia infantil no site.

O serviço do site de relacionamentos é oferecido pelo provedor Google Inc., que assinou em julho deste ano, na CPI da Pedofilia, um termo de ajustamento de conduta. Segundo o acordo, a empresa colabora com as investigações dos crimes ao cumprir prazos curtos de envio de informações às autoridades.

A promotora e o presidente da ONG dizem que, enquanto não se cria uma lei para regulamentar as ações que os provedores de Internet e telefônicas devem ter perante autoridades policiais e judiciais brasileiras, a saída é negociar assinaturas de termos de cooperação entre essas empresas, a Polícia Federal, o Ministério Público, o Comitê Gestor da Internet e a Safernet Brasil.

Segundo Tavares, devem ser negociados termos de cooperação, semelhantes aos fechados com o Google, com provedores de serviço como o Yahoo e a Microsoft.

LULA

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu na noite desta terça-feira um maior rigor no combate à pedofilia no país. Ele fez as declarações na abertura do Terceiro Congresso Mundial de Combate à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, no Rio de Janeiro.

"Quem comete o crime da pedofilia é um animal", disse Lula. "Esse é um tema que, além da paixão, merece um pouco de radicalismo do ser humano para que ele seja mais humano e menos animal."

Lula afirmou também que "é preciso acabar com a hipocrisia religiosa que não permite que temas importantes como esse sejam tratados à luz do dia", ressalvando não se referia especificamente a nenhuma religião. "É um tema que não tem religião, cor, classe social ou idade", afirmou.

O presidente criticou também o conteúdo das emissoras de TV, "que transmitem sexo de manhã, de tarde e de noite". E pediu a participação das escolas na educação sexual.

"É preciso convencer o país que educação sexual é tão importante quanto dar comida para a criança sobreviver", disse Lula. "O que não ensinarmos dentro de casa ou da escola, nossas crianças e adolescentes aprenderão muitas vezes de forma animalesca nos rincões dos bairros."

Microsoft dá software de graça a estudantes

O Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE) e a Microsoft anunciaram um programa de acesso gratuito a software para estudantes brasileiros.

Chamado de DreamSpark, a iniciativa oferece às pessoas que comprovem estar cursando o nível superior, acesso gratuito às ferramentas de desenvolvimento e design da Microsoft. Para obtê-las os estudantes podem baixar os programas de forma gratuita.

Segundo a Microsoft, o DreamSpark já está presente em mais de 120 países, mas o Brasil é o primeiro país no mundo a oferecer essas ferramentas também para alunos do ensino técnico. A expectativa é que mais de um milhão de jovens cadastrados no CIEE para estágio sejam beneficiados.

Os alunos terão acesso às seguinte ferramentas: Visual Studio Pro (2005 e 2008), Expression Studio 2.0, Expression Web, Expression Blend, Expression Media, Expression Design, Windows Standard Server 2008, SQL Server 2008 Developer Edition, Express tools (Visual Studio 2005 e SQL Server 2005 e 2008), o XNA Game Studio 2.0, IT Academy Student Pass.

Cerca de 18 mil empresas adotam soluções Microsoft no Brasil, empregando 500 mil profissionais de tecnologia, e a perspectiva é que esse mercado continue crescendo até 2011.

O estudante inscrito poderá acessar o Microsoft Dreamspark por 12 meses com direito a mais um ano de renovação livre de tarifas. A economia pode chegar a 2,4 mil dólares. Além disso, a empresa americana criou um portal de educação a distância, que pode ter acessado no endereço http://www.technetbrasil.com.br/experience/dreamspark.

Na fase piloto, foram baixados 3,5 mil programas e a Microsoft estima que 100 mil downloads sejam feitos no primeiro ano do programa. Para baixar o software, o estudante precisa escolher o CIEE como validador de identidade no site: http://www.dreamspark.com, informar seu CPF e Código de Estudante no CIEE.

Os jovens que não estiverem cadastrados na entidade podem fazê-lo gratuitamente no site: http://www.ciee.org.br.

Como será a aviação daqui 85 anos?

Acima, os cinco projetos da Finnair para o ano de 2093 /


A Finnair, maior companhia aérea da Finlândia, para comemorar 85 anos de existência, criou um projeto que pretende mostrar como serão as naves daqui oito décadas e meia.

A campanha é divulgada por uma série de textos e conceitos escritos por pesquisadores, teóricos e professores europeus. O pilar que sustenta todo o futuro da aviação, segundo a empresa, está ligado à preservação ambiental e à tecnologia, incluindo a pesquisa e o investimento em bicombustíveis.

Todo o material usado nos ‘aero-conceitos’ deverá ser completamente reciclável e ecologicamente amigável. Os preceitos que envolvem novas tecnologias para consumo pessoal, como o híbrido de carros e pequenos aviões que poderão ser usados por humanos para se locomover, são os que mais causam polêmica entre os internautas participantes do debate que a página na web propõe a todos os usuários.

Para alegrar os cientistas dos ares e fãs de aviação, cinco protótipos de aeronaves foram colocados no site, com detalhes de materiais, peso, montagem e configurações de vôo. A mais futurista é a oval Finnair A1700-2400 Cruiser, que contará com teatros, bares, restaurantes, mini-hospitais, ginásios esportivos e quartos.

Mais detalhes sobre as peças e artigos em inglês no site oficial da companhia .

BMW mostra novos acessórios em vídeo na web

O vídeo inspirador quer fazer com que os proprietários de BMW desembolsem alguns vários trocados para reformular suas peças /
Os acessórios BMW Performance ganharam 32 upgrades e a amostra oficial foi lançada há pouco em um vídeo na internet.

Dentre as novidades que podem ser localizadas na edição, há o volante com display LED que monitora registros de aceleração, tempo e velocidade, a suspensão de fibras de carbono e os novos freios de seis pistões.

Os BMW Série 3 que aparecem na filmagem também aparecem com bancos de corrida anatômicos e um moderno câmbio de engates curtos.

Confira o vídeo que a montadora produziu clicando aqui.

Celular salva vida de homem nos EUA

Uma bala perdida atingiu o peito de R. J. Richard quando ele estava limpando o gramado – o golpe foi tão forte que lhe pareceu uma pedra atirada pelo seu trator.

Richard, de 68 anos de idade, estava ferido. Ele disse aos médicos que dois fatores permitiram que ainda estivesse vivo: o celular e o ângulo em que a bala o acertou.

Relatos de pessoas que não morreram porque uma Bíblia de mão impediu que a bala de uma arma as atingisse de forma mais agressiva são comuns.

Para Richard, Deus o orientou a colocar o aparelho no bolso da sua camisa, em vez de guardá-lo no bolso da calça, onde costuma deixá-lo.

Pouco depois foi descoberto que a bala foi lançada pela arma de um caçador que estava próximo à propriedade de Richard.

Associated Press

Por que não montar seu micro num aquário?



Uns malucos que curtem fazer casemod resolveram juntar todos os componentes de um PC, montá-los dentro de um aquário e mergulhar tudo em óleo mineral. Pra quê? Assim, não precisariam colocar nenhum cooler na máquina. Eles gravaram tudo e editaram esse vídeo aí de baixo.

Como o óleo não conduz eletricidade nem oferece o risco de enferrujar as peças, o micro continuou funcionando normalmente, com o próprio óleo refrigerando tudo. O duro é se alguém quiser tirar placa de vídeo ou HD, pois deve ser impossível remover o líquido das peças. Além disso, o contato com o ar, aí sim, oxidaria a parafernália.

Se você viu o filme no YouTube um ano atrás e ficou se perguntando se essa coisa ficaria muito tempo funcionando, saiba que o maquinão ainda está firme e forte. De tempos em tempos, os caras atualizam o site deles com um tipo de teste de quilometragem.

Incansáveis, eles foram ainda mais longe: montaram um tutorial do tipo “coisa que você não deve fazer em casa”, provaram ser os maiores especialistas em montar micros dentro de aquários e agora estão vendendo kits prontos para quem morre de medo de afundar alguns milhares de reais.

Por 250 dólares, você compra um incrível aquário com tudo no jeito para colocar sua placa-mãe e os outros componentes. O gabinete tem refrigeração suficiente para uma máquina simples, sem precisar colocar o óleo.

Se for hardware para games, ou você toma coragem e despeja seis galões do líquido, ou compra a versão do aquário com um radiador, por 565 dólares. Ah, é claro: a parte do óleo mineral é por sua conta e risco. Coloque e perca a garantia.


Na mão, Moto Z10, o celular para videomakers de rua



Apelidado carinhosamente de “tortinho” pela ala feminina da INFO, o Moto Z10 conquistou todos ao sair da caixa com seus detalhes prateados e o design curvado. Permanecemos admirando sua carcaça por alguns minutos, até decidir de maneira democrática, o popular “uni-duni-tê”, quem iria testá-lo.

O maior destaque, sem dúvida, fica para a câmera de 3.2 megapixels que possui recurso de auto-foco e é ótima para captar som e imagem. Com ela, o usuário pode gravar vídeos a 30 frames por segundo e pode editá-los em um programinha incluso no celular, que se encaixa de bom modo no display cristalino de 2,2 polegadas .

O conceito é que os filmes sejam finalizados dentro do próprio aparelho e sejam mandados quase que instantaneamente para o YouTube e outros publicadores de mídia online, ou outro dispositivo via Bluetooth.

Ele suporta conexão 3G e pode abrigar um cartão de memória de até 32 GB. Com este tamanho, dá para organizar uma boa biblioteca de mídia com MP3, Mpeg 4 e imagens. O único problema é que os ícones podem parecer um pouco confusos no início.

Em suma, o Z10 serve para aqueles que gostam de usar e abusar de recursos audiovisuais, e não pesa na mão: 115 gramas . Já quando o assunto é bolso, talvez, ele possa pesar um bocado: R$1.299.

Segundo a assessoria da Motorola, ele estará disponível nas lojas brasileiras a partir da primeira semana de dezembro.

Para Nasa, web interplanetária é promissora

A NASA realizou, com sucesso, a troca de arquivos por redes sem fio construídas no espaço.

Até o momento, as naves que circulam na órbita da Terra ou da Lua mantêm contato com as centrais em terra usando sistemas de comunicação baseados em satélites.

Um novo tipo de protocolo, chamado de DTN (Disruption-Tolerant Networking) permitem que dispositivos em diferentes pontos do espaço troquem dados entre si e com o sistema convencional de internet sem utilizar os satélites dedicados da Nasa ou da Agência Espacial Européia.

Nos testes realizados em outubro, mas só divulgados esta semana, a transmissão de dados entre um ponto na Terra e uma nave localizada há 32 milhões de quilômetros de distância levaram entre três e vinte minutos para percorrer a distância.

Algumas falhas foram notadas, por exemplo, quando a nave que trocava sinais passava atrás de algum planeta. Novos testes serão feitos a partir de 2009, usando como base a Estação Espacial Internacional.

A expectativa dos pesquisadores é que o protocolo amplie as possibilidades de comunicação entre dispositivos no espaço e na Terra, liberando os satélites de concentrar todo o tráfego de dados interplanetário.

Para a Nasa, a tecnologia é promissora pois abre caminho para reduzir o custo da troca de dados entre dispositivos na Terra ou no Espaço. Outra vantagem é permitir a troca de dados entre dispositivos no Espaço sem a necessidade de se comunicarem com satélites que giram na órbita da Terra.

22.11.08

YouTube faz 1ª transmissão ao vivo hoje

O site de vídeos YouTube vai transmitir, pela primeira vez desde sua criação, um evento ao vivo neste sábado, dia 22.

O Google organizou dois shows realizados em locais diferentes do mundo, Tóquio e San Francisco, onde serão geradas imagens para transmissão por streaming.

Vão participar do evento músicos consagrados como Will.i.am, do Black Eyed Peas, Katy Perry, da Akon e Joe Satriani. Também vão tocar nos eventos americano e japonês cantores descobertos pelo site de música, que eram anônimos até o boom de vídeos na web.

Os eventos visam promover um novo recurso que o YouTube desenvolve e poderá permitir que usuários comuns usem o serviço de vídeo para transmitir eventos ao vivo. O uso do site para difundir eventos públicos é visto como mais um passo das tecnologias de vídeo na web para competir com a televisão convencional.

Ironicamente, no entanto, o YouTube tornou-se um fenômeno justamente por fazer o oposto do que as TVs fazem com as transmissões ao vivo, que é permitir ao usuário ver seu conteúdo preferido ondemand.

Consumidores fazem fila para comprar Storm

1º BlackBerry com tela sensível ao toque é aposta da Verizon Wireless no natal. / Reuters
Centenas de pessoas passaram horas em frente à Verizon Store esperando que a loja abrisse na manhã desta sexta-feira para elas comprarem o BlackBerry Storm.

Em menos de uma hora o primeiro smartphone da RIM com tela sensível ao toque já estava esgotado na loja de Manhattan.

Segundo a operadora, também havia filas em outros pontos de venda do aparelho, mas os consumidores não devem se preocupar, porque existem muitos celulares disponíveis em estoque.

A Verizon Wireless, uma joint-venture da Verizon Communications com o Vodafone Group, está confiante no sucesso do BlackBerry Storm no período do natal.


Reuters

Teste sua capacidade de identificar fraudes

Quiz de segurança do SonicWall: como anda sua perícia no correio eletrônico? /
Você sabe diferenciar um e-mail verdadeiro de um phishing ou de um spam? Mostre seus conhecimentos no quiz do SonicWall.

A empresa

de soluções de segurança organizou dez tipos comuns de e-mails, verdadeiros ou fraudulentos, que tentam de alguma forma extrair dados ou ganhar o clique do internauta. Dentre os testes, estão supostas mensagens provindas do PayPal, Yahoo!, Wells Fargo, entre outros sites de compra bem populares na rede.

No final das dez respostas, o usuário pode analisar seu resultado e descobrir o que errou, com informações sobre o teor de cada uma.

De acordo com o relatório da companhia, neste ano, apenas 7,4% dos testadores foram capazes de identificar e categorizar cada e-mail apresentado. A porcentagem de usuários que foram pegos por scams (mensagens online fraudulentas) no mesmo período, pelo menos, diminuiu consideravelmente: 6,1%. Em 2004, o número chegava a 69,2%, segundo a SonicWall.

Biblioteca online européia sai do ar

Um alto volume de usuários derrubou a biblioteca Europeana logo após sua estréia.

A herança cultural européia entrou em sua fase digital na quinta-feira, quando a União Européia lançou uma biblioteca online que coloca obras famosas como a "Divina Comédia", de Dante, e a 9a Sinfonia de Beethoven a apenas um clique de distância.

A Europeana (www.europeana.eu) oferece acesso poliglota a dois milhões de livros e outros itens histórica e culturalmente importantes em formato digitalizado. Essas obras compõem o acervo de mais de mil instituições nos 27 países membros da União.

"A Europeana oferece uma viagem pelo tempo, através de fronteiras e rumo a novas idéias quanto ao que a nossa cultura é. Além disso, conectará as pessoas à sua história e, por meio de páginas e ferramentas interativas, umas às outras", declarou Viviane Reding, comissária de Sociedade da Informação da UE, em comunicado.

Pouco depois do lançamento oficial, o site caiu, porque os servidores não conseguiram atender ao volume de 10 milhões de visitas em uma hora.

"Isso demonstra o imenso interesse dos usuários europeus pelo projeto", disse um porta-voz de Reding.

A diretora da Europeana, Jill Cousins, diz que o novo portal não é apenas a resposta européia a serviços como o Google Book Search, mas um passo além.

"Se você usa o Google, nem sempre sabe o que está recebendo como resposta. Aqui, sabe. As instituições existem há centenas de anos e sabem do que estão falando, e é isso que os usuários receberão", disse Cousins a jornalistas.

O Google recebeu com elogios a iniciativa européia.

"Projetos de digitalização como o Europeana enviam um forte sinal de que escritores, editoras, bibliotecas e empresas de tecnologia podem trabalhar juntos para democratizar o acesso ao conhecimento coletivo do planeta", disse Santiago de la Mora, que responde pelas parcerias editoriais do Google na Europa.

No mês passado, o Google fechou acordo para pagar 125 milhões de dólares a escritores e grandes editoras, para que leitores possam pesquisar online o conteúdo de milhões de livros sobre os quais ainda incidem direitos autorais.

Copa Brasil reúne digitadores de SMS

A LG espera reunir até 2,7 mil pessoas no Brasil que são habilidosas em digitar frases aleatórias em teclados de smartphones.

A copa brasileira de SMS teve início nesta sexta-feira (21) e segue até dia 18 de dezembro. Segundo a LG, o foco principal da competição são os adolescentes com mais de 13 anos.

O campeonato vai selecionar os 200 digitadores mais velozes para uma final e premiar os participantes mais habilidosos. O digitador mais rápido e preciso ganhará um prêmio em dinheiro de R$ 10 mil, além de um celular LG Secret.

Prêmios menores, em dinheiro e aparelhos, serão distribuídos para outros finalistas bem colocados na competição. Quem quiser participar da copa, deve se cadastrar no site www.lgmobileworldcup.com.br, informar o número do celular, operadora, e-mail, nickname, idade e sexo. A confirmação da inscrição é automática, mas só acontece após o competidor confirmar que leu o regulamento.

Quem fizer a inscrição no site, receberá em seu celular um número de telefone, para o qual deve disparar as mensagens de texto. Então, os usuários devem acompanhar os textos randômicos que aparecerão no site da LG. Uma contagem regressiva de cinco segundos antecipa a exibição da frase de 80 caracteres sem acento e sem pontuação a ser digitada de forma rápida e correta no teclado do celular.

Após enviar o texto, por meio do celular, o competidor deve voltar à tela do computador e observar a publicação do tempo de participação e o melhor tempo do ranking geral. Em caso de falha na conexão ou falta de sinal da operadora após três minutos (time out), aparecerá na tela do computador uma mensagem informando falha na recepção da mensagem.

Além da participação via internet com seu próprio celular, o candidato a campeão também irá encontrar 20 terminais disponíveis em quiosques espalhados pela cidade de São Paulo, como em nos shopping centers, Eldorado, West Plaza, Aricanduva, Morumbi e Santa Cruz.

Americano transmite sua morte em TV online

Captura da tela no momento em que agentes de segurança adentraram a casa de Abraham /


Abraham Briggs, um jovem de 19 anos residente da Flórida, EUA, publicou uma carta de suicídio na Web, e depois consumou o ato com transmissão ao vivo por uma webcam.

O fato chocante aconteceu na quarta à noite, dia 19/11, e chamou a atenção do público e das autoridades sobre os malefícios que o lifecasting, um tipo de reality-TV online, pode causar.

Depois de ameaçar diversas vezes pelo Justin.tv, um dos mais populares site de lifecasting, o americano ingeriu uma alta quantidade de pílulas em frente a câmera e, repentinamente, parou de se mover. Alguns usuários, pensando se tratar de uma brincadeira, enviaram risadas e não chamaram a polícia. A situação permaneceu durante horas, com os usuários conectados, até que agentes verificaram que a morte era mesmo real.

Discussões sobre o poder da indústria livre de vídeos online já estão percorrendo os diversos tipos de mídia do país, principalmente na internet. Dada a repercussão do fato, o CEO da Justin.tv, Michael Seibel, teve que se pronunciar, mas não comentou especificamente sobre o vídeo. Ressaltou apenas a política de remoção de conteúdos inapropriados e ofensivos do site.

Google News tira lucro de sites, diz MS

Um advogado da Microsoft apontou que os ganhos crescentes do serviço Google News contrastam com crise e demissões na imprensa.

Thomas C. Rubin, advogado do departamento de proteção à propriedade intelectual da Microsoft, deu a polêmica declaração ao participar de um congresso promovido por uma associação de publishers no Reino Unido.

Rubin apresentou números dizendo que o serviço que indexa fotos e notícias no Google News gerou, nos últimos 12 meses, um faturamento de US$ 100 milhões ao Google.

Rubin contrastou este cenário de faturamento em alta do Google com as graves dificuldades que os produtores de conteúdo vêm enfrentando para vender anúncios e obter receitas.

Apesar da Microsoft manter um serviço de buscas por notícias similares ao Google News, Rubin afirmou em sua palestra que nem todo conteúdo deve ser gratuito na web, sob pena de inviabilizar serviços importantes que geram conteúdo relevante para a audiência online.

Ruim com Google, pior sem ele

O Google argumenta que seu serviço de notícias indexa material produzido por terceiros e ajuda estes sites a terem mais audiência. Nesse sentido, aparecer no Google News é um ponto comemorado por produtores de conteúdo.

Na Bélgica, no entanto, uma ação movida por uma associação de mídia deixou o Google News fora do ar por vários dias. Os jornais belgas acusavam o Google de reproduzir trechos de textos e fotos produzidos sob direito autoral de forma indevida.

Mundo online faz bem aos jovens, diz estudo

O mais detalhado estudo sobre adolescentes e mídia digital nos Estados Unidos acaba de ser concluído, e com resultados favoráveis aos jovens que passam muito tempo em frente ao computador.

Pesquisadores da Universidade da Califórnia do Sul e da Universidade da Califórnia, entrevistaram e acompanharam mais de 800 jovens e seus parentes durante três anos. Foram mais de 5 mil horas observando adolescentes que usam sites como Facebook, MySpace e YouTube.

O relatório final alega que a visão de que 'utilizar redes sociais é perda de tempo' não passa de um mito, normalmente compartilhada pelos pais que não entendem o valor da ferramenta.

“Há mitos que envolvem crianças que passam tempo online – que é perigoso ou que faz elas ficarem preguiçosas -, mas nós acreditamos que é essencial para os mais jovens desenvolverem habilidades sociais e técnicas para se tornarem cidadãos competentes na era digital”, diz Mizuko Ito, autor que liderou o estudo feito em parceria com o MacArthur Foundation (e está disponível no site macfound.org).

Segundo o estudo, há duas categorias para definir os jovens envolvidos com mídia digital: “friendship-drive” (relacionados a amizades online e interação dentro e fora da rede) e “interest-driven” (que busca informações fora das comunidades). Ambas as formas ajudam a criar novas formas de expressão e regras de comportamento social, ajudando os jovens a adquirirem técnicas em lidar com a informação das novas formas de mídia, auxilia na alfabetização e dá espaço para a exploração de novos interesses.

Por se conectarem ao mundo todo e com trânsito rápido de dados, jovens podem localizar outras pessoas com interesses similares, que podem não ser tão populares nas regiões em que vivem. O mesmo raciocínio se aplica a importância da ajuda e dos feedbacks que podem ser encontrados nos sites de relacionamento e fóruns, relata o estudo.

A pesquisa revelou também que “os jovens também estão enfrentando novos desafios na forma de gerir a sua visibilidade e as relações sociais online".

Novo serviço do Zune permite salvar canções

A Microsoft estreou nesta quinta-feira (20/11) um plano de assinatura para usuários do Zune que permite o download de dez canções por mês.

O serviço Zune Pass já oferece acesso a milhares de músicas por 14,99 mensais.

Entretanto, apenas agora os usuários poderão armazenar dez faixas que ouvirem, pagando mensalmente 10 dólares.

Segundo a companhia, foram feitos acordos com as quatro grandes gravadoras mundiais – EMI Music, Sony BMG Music Entertainment, Universal Music Group e Warner Music Group – e outras pequenas distribuidoras.

Com o novo plano, as músicas podem ser salvas e compartilhadas entre três computadores e três Zunes. Além disso, é possível gravar as canções em um CD, sem desrespeitar licenças de direitos autorais.


Agora é a Microsoft quem diz não ao Yahoo!

O CEO da Microsoft, Steve Ballmer, diz que o tempo de comprar o Yahoo! já passou, mas acena com parceria em buscas.

Após a saída de Jerry Yang do comando do Yahoo! surgiram novas especulações de que a empresa de buscas e a Microsoft voltariam a conversar sobre uma fusão.

Jerry Yang se opôs fortemente à fusão em 2007 e, por isso, seria um obstáculo à retomada do diálogo. Com Yang fora do caminho, uma operação de compra seria mais provável.

Embaladas pelas especulações de fusão, as ações do Yahoo! subiram mais de 10% ao longo desta quarta-feira (19). O ganho, no entanto, foi todo perdido quando Steve Ballmer deu declarações públicas dizendo que não pretende comprar a empresa de buscas.

Ballmer afirmou que no novo contexto de crise econômica a fusão não faz mais sentido para os acionistas da Microsoft. A companhia dona do Windows já não conta com um cenário tão favorável para uma aquisição que lhe consumiria bilhões de dólares.

Ballmer disse, no entanto, que sua empresa tem interesse numa parceira com o Yahoo! para distribuir publicidade online. O Yahoo! tem muita audiência nos Estados Unidos, mas nem sempre consegue preencher todos os seus page views com anúncios. Uma parceria com a Microsoft substituiria à colaboração com o Google, uma vez que Google e Yahoo! desistiram de compartilhar anúncios e receitas.

Jogo de cena

Para analistas de Wall Street é difícil entender o que há por trás de decisões como as de Yang, de deixar o posto de CEO, ou de Ballmer, de afirmar que uma fusão já não interessa mais. Uma possibilidade é que Steve Ballmer deseje sim a fusão, mas dê essas declarações para pressionar o Yahoo! e eventualmente comprá-lo por um preço ainda mais baixo.


Vivo cancela desbloqueio de celular pela web

A Vivo tirou do ar o recurso que permitia aos usuários desbloquearem seus aparelhos pelo site da operadora.

A operadora, que não havia divulgado o lançamento do serviço, também não comunicou os usuários sobre a sua remoção.

De acordo com a operadora, o desbloqueio online era um recuso em teste, por isso os usuários não foram avisados que ele estava no ar.

O recurso entrou no ar na segunda quinzena de outubro. A operadora não informou desde quando ele está indisponível.

Não há previsão para que o serviço volte a funcionar tampouco. Os clientes interessados em desbloquear seus aparelho terão que fazê-lo pessoalmente nas lojas.

O desbloqueio gratuito de aparelhos passou a ser garantido pelas novas regras da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), que entraram em vigor em fevereiro deste ano.


Windows 7 vai exibir filmes em DivX e XviD


Não será preciso instalar codecs para ver vídeos baixados da internet.

A inclusão dos codecs para DivX e XviD no Windows 7 foi confirmada pela Microsoft num evento recente. Com esse recurso, será possível assistir, no PC, a vídeos baixados da internet sem instalar, antes, algum pacote adicional de codecs. O suporte nativo é um passo à frente. O Windows XP não toca nem DVD nativamente. O Vista toca DVD, mas não vai muito além disso. Aparentemente, no passado, a Microsoft evitava colocar outros codecs no Windows para encorajar o usuário a usar formatos da família Windows Media.

Se era essa a intenção, não deu certo. Basta dar uma busca na web para perceber que o MP3 continua sendo o padrão predominante para música, enquanto DivX e XviD estão entre os mais comuns para vídeo. Assim, o suporte a esses formatos é muito bem vindo. Segundo a Microsoft, o Windows 7 vai executar conteúdo numa variedade de formatos, incluindo MPEG 4, AAC e H.264. Aparentemente, não haverá suporte nativo para o sistema de gerenciamento de direitos autorias FairPlay, usado pela Apple em seus produtos iPhone, iPod e iTunes e também nas lojas online iTunes Store e App Store.

Pacotes de codecs como o popular K-Lite podem ser baixados gratuitamente na web. Mas usuários leigos ficam confusos com a enorme quantidade de codecs incluída neles. Além disso, sempre existe alguma chance de o pacote gratuito ser incompatível com algum aplicativo ou não funcionar bem com algum formato de conteúdo. Os codecs embutidos no sistema terão a vantagem de já vir testados.

A descrição da Microsoft indica que haverá, também, alguma capacidade de converter formatos de áudio e vídeo embutida no sistema. Supostamente, esse recurso será mais limitado que o encontrado em aplicativos comerciais para conversão de vídeo. Pelo que pode ser visto até agora, o Windows 7 trará alguns outros poucos melhoramentos em multimídia. Haverá um novo modo para transmitir áudio e vídeo a dispositivos remotos, via rede, e também uma nova versão compacta do Windows Media Player.

Caixas de e-mail estão recebendo menos spam

Usuários de e-mail, aproveitem o presente de natal antecipado: o volume de spams enviados foi reduzido pela metade.

O que parece milagre aconteceu porque provedores de serviço de internet se desvencilharam de uma empresa de hospedagem de sites que supostamente ajudava algumas das maiores gangues de spammers do mundo.

Mas comemore rápido. A alegria pode durar pouco. Os níveis de mensagens que vão para a lixeira está aumentando de novo e devem voltar ao normal em breve.

O período de férias é o preferido dos spammers, que estão agindo rapidamente para se reconectar à rede com milhões de computadores infectados por meio dos quais eles enviam as mensagens – o spams respondem por 90% dos e-mails gerados no planeta.

Na semana passada, a McColo, uma empresa norte-americana que parecia ser especialista em entupir correios eletrônicos, foi fechada.

Associated Press

USB 3.0 já está finalizado

Dez vezes mais rápido que o antecessor, o USB 3.0 teve suas especificações finalizadas, segundo declaração de seus idealizadores, ontem (17/11).

Chamado comercialmente por USB SuperSpeed, o recurso começará a figurar produtos na metade de 2009 e só chegará ao consumidor em 2010.

A velocidade de transferência da nova versão é de 4,8 Gb/s, enquanto o USB 2.0 oferece 480 Mb/s. Ambos os tipos continuarão compatíveis, apesar da nova variante ter transmissão de dados bidirecional.

“The USB 3.0 Promoter Group” também confirmou a funcionalidade de gerenciamento de energia e de apoio a estados ociosos de transferência. Ele poderá fornecer mais energia, aumentando a velocidade de recarga dos aparelhos conectados a ele.


18.11.08

Improvável - Cenas Improváveis (Barbixas e Cristiane Wersom)


Intel inicia vendas de processador Core i7

A Intel iniciou as vendas de seu processador para desktops Core i7. No Japão, houve filas para comprar o chip.

O novo processador da Intel é o primeiro da companhia para desktops produzido na arquitetura de 45 nanômetros. Numa primeira fase, a fabricante liberou três modelos de processador.

O mais avançado, o Core i7 Extreme, possui 4 núcleos de processamento de 3,2 GHz de clock.

Segundo a Intel, os chips Core i7 são entre 4 e 6 vezes mais rápidos que a geração anterior de processadores quad-core produzidos sob a arquitetura de 65 nanômetros.

Os novos chips, produzidos numa arquitetura que a Intel chama de Nehalem, consomem menos energia e exigem menos material para sua produção, o que poderá permitir fabricar chips num preço mais econômico no futuro.

Os processadores Core i7 contam ainda com um gerenciador de memória, que organiza como os 4 núcleos de processamento vão compartilhar a memória cache de 3 MB. Outra vantagem do chip em relação a seus predecessores é que cada núcleo de processamento suporta 2 threads ao mesmo tempo. Ou seja, cada núcleo pode gerenciar duas tarefas ou, ainda, dividir uma tarefa em duas partes para processá-la mais rapidamente.

No Japão, os primeiros modelos de Core i7 foram vendidos por preços entre US$ 284 e US$ 999. No Brasil, integradores como a Megaware já receberam o chip e devem oferecer um desktop para consumidores finais.

Segundo a Intel, até o final deste ano ou no início de 2009 será possível revelar uma versão do Core i7 para notebooks.

Ação usa celular para ler código de barra

A Claro vai utilizar celulares com câmera como leitores de códigos de barra em uma campanha de Natal.

Ao capturar a imagem do código de barras, o usuário baixa automaticamente a trilha da campanha no celular.

A ação é restrita a algumas dezenas de modelos de aparelhos. Para poder utilizar a câmera como leitor, os usuários têm que baixar um aplicativo específico.

Os códigos de barra bidimensionais serão publicados em jornais e revistas – a operadora não antecipou quais.

Embora esta seja uma ação promocional da própria operadora, a iniciativa revela um novo modelo de publicidade móvel, que pode ser estendido a outros anunciantes.

A operadora já sinaliza com essa possibilidade no comunicado sobre a campanha. “Será uma importante ferramenta de Mobile Marketing disponibilizada pela Claro a seus parceiros”, diz a operadora.

A tecnologia aplicada no projeto se chama QR Code, sigla em inglês para Quick Response Code. O código de barras bidimensional pode armazenar um endereço de web, uma imagem, um código numérico, entre outras possibilidades.

Como funciona

Para baixar o aplicativo de leitura do código de barras gratuitamente, o cliente Claro só precisa enviar um torpedo com a palavra Escolha para o número 250.

Após a instalação, ao encontrar um QR Code, ele deve abrir o leitor instalado no aparelho e apontar a câmera para o QR Code. Então ele receberá um link para baixar de graça a trilha da campanha da Claro.

Quem não for cliente Claro será direcionado para um site wap com informações sobre as promoções especiais da operadora para o Natal.

A relação de aparelhos compatíveis com o serviço está disponível no site www.claroideias.com.br.

Clientes do TiVo podem pedir pizza pela TV

O TiVo formará uma parceria com a Domino's Pizza para permitir que seus assinantes peçam comida à domicílio pela TV.

“Será a primeira vez na história que as pessoas vão solicitar serviços de entrega de pizza em casa pelo aparelho de TV”, disse Rob Weisberg, vice-presidente de marketing da Domino's.

Segundo Weisberg, os telespectadores verão um comercial da Domino's e poderão clicar no ícone “Comprar” do controle remoto. Em aproximadamente meia-hora, a pizza estará na porta do cliente.

Os assinantes do TiVo poderão preencher seus dados e especificar a pizza que querem também usando o controle remoto.

Associated Press

Wikipedia é bloqueada na Alemanha

A versão alemã da Wikipedia foi bloqueada por ordem judicial, atendendo ao pedido de um político do país.

A página inicial da enciclopédia, no endereço Wikipedia.de, traz uma mensagem dizendo que a justiça ordenou que o domínio não seja linkado ao conteúdo da enciclopédia enquanto ele trouxer “certas declarações”.

A ordem judicial foi expedida pela corte de Luebeck, no Norte da Alemanha, em nome de Lutz Heilmann, membro do Parlamento alemão, segundo o texto.

Segundo o verbete em inglês sobre Lutz Heilmann, o artigo em alemão que gerou a controvérsia diz que Heilmann fez parte do infame Serviço Secreto da Alemanha Oriental e que ameaçou um ex-namorado.

Como os servidores da Wikipedia estão nos Estados Unidos, o artigo ainda pode ser lido em inglês e já traz update sobre a repercussão da ordem judicial obtida pelo parlamentar.

O artigo em inglês diz que, após correções terem sido feitas no seu perfil em alemão, Heilmann retirou a ação neste domingo (16/11) e lamenta que tantos tenham sido afetados pela decisão da Justiça.

No entanto, o endereço Wikipedia.de continua bloqueado. É possível navegar pela versão em alemão da enciclopédia por um caminho alternativo, o endereço http://de.wikipedia.org. Lá, o perfil polêmico de Heilmann continua no ar.

Ronaldinho pressionado por mundo dos games

Ronaldinho no ´FIFA 09´: time errado, mas a habilidade é a mesma? /
O meio de campo do Milan, Ronaldinho, parece sofrer com a fama de “malabarista” de suas versões no mundo virtual.

“Não sou um jogador de Playstation. Sou como todos os outros jogadores” – declarou o atleta em entrevista à rede de televisão Sky.

Jogos da série “Fifa” e “Pro Evolution Soccer”, ambos presentes nos consoles da Sony, costumam colocar seu personagem como uma espécie de ‘mago’ dentro das quatro linhas, e isso estaria criando muitas expectativas sobre o craque.

Em diversas oportunidades, o atleta declarou que adora jogar Playstation, inclusive durante as concentrações antes das partidas.

Na mesma entrevista, o brasileiro elogiou a torcida italiana e seus companheiros de equipe, que vem ajudando a recuperar a sua forma no mundo real.

“É um belo momento. As coisas estão indo exatamente como eu esperava e isso, para mim, é o máximo. Estou feliz de fazer o meu melhor, apesar de não estar 100% fisicamente. Mas, pouco a pouco, estou voltando ao meu lugar e fico muito satisfeito de retribuir ao público todo o carinho que recebo”, finalizou.

4.11.08

Sites europeus vendem drogas pela Internet

As compras pela Internet chegaram a tal ponto na Europa que é possível até encomendar drogas com apenas alguns cliques em sites especializados. Os endereços são diversos, mas alguns impressionam pelo profissionalismo da transação comercial, como um franco-britânico que promete "satisfação garantida ou o seu dinheiro de volta".

E toda a atividade acontece sob os olhos da lei. As regras dos sites são simples: enquanto o site franco-britânico só comercializa ervas não proibidas no Reino Unido e na França, um outro, holandês, põe à venda todo o tipo de droga permitida nos Países Baixos − e essa lista não é curta.

O resultado é que, na prática, os comerciantes não estão infringindo a lei, embora o holandês envie suas mercadorias para qualquer lugar do mundo − "a responsabilidade em transgredir ou não a lei do seu país é sua", avisa o site − e o franco-britânico ofereça ervas cujos efeitos no corpo humano são semelhantes ou mais intensos do que os da maconha, asseguram usuários.

A compra dos entorpecentes é realizada da mesma forma que os outros milhares de produtos vendidos na Internet. O internauta é convidado a preencher um cadastro, e a partir de então terá o seu login para futuras compras.

"Eu comecei a fumar há 20 anos, fumo todos os dias e não consigo ficar sem usar maconha. O problema é que, com a idade avançando, fica cada vez mais difícil de consegui-la, então esses sites são uma solução muito prática", explica um usuário, que não quis se identificar - assim como todos os demais que deram depoimentos à reportagem. Conforme este comprador, a maioria das pessoas que visitam este tipo de endereço na Internet está em busca de discrição.

Para os clientes que visitam os endereços pela primeira vez, os sites oferecem promoções para a experimentação do produto. A partir de então, no holandês as encomendas custarão pelo menos 25 euros (equivalente a cerca de R$ 67), além das taxas de entrega, feita pelo correio − sim, a droga chega na porta da casa do cliente pelas mãos de um carteiro. Um alerta indica que não é de responsabilidade do site se a alfândega do país confiscar a encomenda.

No endereço holandês, uma das primeiras lojas virtuais do país, criada por um casal em 1999, o comprador encontra livremente uma vasta diversidade de maconha e cogumelos alucinógenos, além de também poder optar pelas sementes destas drogas e depois produzi-las em casa.

Na capa do site, uma enquete pergunta ao visitante qual das sete variações da erva é a melhor para uma noite tranqüila em casa, e ainda apresenta relatos de primeira experiência com este ou aquele tipo. A página também dispõe de traduções em nada menos do que seis línguas, reflexo da diversificada clientela ao redor do globo.

Nos textos publicados, o internauta encontra até mesmo dicas de plantação das sementes vendidas, técnicas de manutenção da planta e de preparo das folhas para o consumo. Conforme dados da Missão Interministerial da Luta contra as Drogas e a Toxicomania, somente na França são produzidas 50 toneladas de maconha ao ano através de pequenas plantações.

Questionado se não temia ser pego pela polícia, um comprador de sementes de maconha disse que a lei permite comprá-las, embora não autorize a plantação e o consumo. "Na realidade, temos o direito legal de comprar os grãos mas não de plantá-los a fim de produzir a droga. Então, evidentemente, uso só para a decoração da sala", debocha o cliente do site holandês.

Já o concorrente Biosmoke (fumo ecológico, em tradução livre oferece "apenas" uma ampla variedade de fumo produzido com "ervas exóticas, muitas de origem latino-americana".

Os produtos, chamados por nomes descontraídos como "Gorilla" (12 euros - R$ 33 - por 2gr de produto) ou "Spice" (de 13 a 25 euros - R$ 35 a R$ 67 - por 3gr), são o resultado de uma mistura de várias ervas, todas descritas na página de cada um, onde também se encontram especificados os países onde a sua comercialização é proibida por lei. A Gorilla, por exemplo, não pode ser enviada à Suíça, Dinamarca, Espanha, Finlândia, Itália, Austrália e aos Estados Unidos, o país mais fechado às mercadorias disponíveis neste site.

"Os efeitos são comprovados. Confesso que no início eu estava um pouco cético, porque tudo parecia perfeito demais, mas na metade do primeiro cigarro de Spice Gold eu logo vi que não se tratava de uma enganação", conta outro cliente.

Na descrição dos produtos, a promessa de sensações relaxantes ou estimulantes confirma que não se trata de fumos convencionais. Alguns deles contêm salvia divinorum, que provocaria efeitos alucinógenos semelhantes aos do LSD. "O efeito é garantido mesmo para um fumante habituado. Ao final do segundo cigarro, eu fico tão chapado como se fosse maconha, e o efeito dura mais tempo. No entanto, as sensações de ressaca no dia seguinte são mais difíceis", atesta um usuário.

Procurados, os responsáveis pelos sites não concordaram em dar entrevistas. Os endereços parecem estar sendo cada vez mais difundidos na Europa. Um usuário francês contou seu testemunho em Paris: "Eu fumei em um café, junto com a minha mãe. É interessante poder 'enrolar' em um café fora da Holanda, onde tudo é liberado. O garçom logo viu que se tratava de um Biosmoke, mas não disse nada. Aparentemente, a informação se espalha rápido", disse.

Itaú seleciona trainees para a área de TI

O banco Itaú abriu inscrições para o seu programa de trainees na área de Tecnologia da Informação. Há aproximadamente 30 vagas e os estudantes escolhidos vão trabalhar em São Paulo.

A seleção será feita pela empresa Viva Talentos Humanos e os interessados podem preencher a ficha de inscrição online. Para participar, é necessário ter graduação em Análise de Sistemas, Ciência da Computação, Engenharia, Sistemas de Informação ou em outros cursos relacionados à área, com conclusão entre julho de 2006 e dezembro de 2008. Outro pré-requisito é o inglês fluente.

O processo seletivo inclui triagem eletrônica das inscrições, teste de inglês online, dinâmica de grupo e assessment center (sistema usado por profissionais de recursos humanos para identificar novos talentos) com executivos do Itaú.

YouTube tem mais audiência que rivais juntos

Sozinho, o YouTube tem mais audiência que a soma dos outros quatro serviços de vídeo mais populares.

O ranking da Nielson Online dos sites de vídeos mais acessados do mundo em setembro apontou uma liderança massacrante para o YouTube.

O serviço de compartilhamento de vídeos, que pertence ao Google, teve 76,7 milhões de visitantes únicos no mês de setembro.

Em segundo lugar aparece o Yahoo! Vídeos, com 19,6 milhões de visitantes únicos, quase um quarto da audiência do YouTube. O terceiro colocado, a Fox Media, teve 16,02 mi visitantes únicos e o quarto, o Nickelodeon, ficou com 6,9 milhões.

Grande parte do sucesso do YouTube está ancorada em vídeos amadores que se espalham de modo viral. O segundo colocado, o Yahoo!, apresentou um crescimento fabuloso ao longo de setembro (obteve mais 52% de visitantes únicos).

O próprio Yahoo! credita a alta na sua audiência a vídeos profissionais publicados no serviço, em especial análises econômicas do Yahoo! Finance.

A grave crise econômica que os Estados Unidos, e por conseqüência o mundo, atravessam alavanca a audiência de serviços de finanças na internet.

Trojan captura mais de 500 mil contas

Um único cavalo-de-tróia foi responsável por capturar dados financeiros de meio milhão de pessoas, alerta o RSA FraudAction Research Lab.

A empresa de segurança descobriu mais de 300 mil informações de contas bancárias e 250 mil contas de cartão de crédito e débito foram armazenadas nos últimos três anos, por uma mesma gangue

O grupo usou o trojan Sinowal, que se instala no computador da vítima enquanto ela navega na web. A técnica usada pelo malware é a de injeção de HTML, que coloca páginas ou informações maliciosas no navegador do usuário sem que ele perceba.

O trojan é programado para agir quando o usuário visita uma página de banco ou instituição financeira.

Um post no blog da RSA classifica o a ameaça como uma das mais “avançadas e duradouras” já criadas por fraudadores. A origem do malware parece estar associada a uma organização cibercriminosa russa.

Segundo a RSA, o trojan continua ativo. Só nos últimos seis meses, o Sinowal comprometeu dados de 100 mil contas bancárias.

A empresa já alertou as instituições financeiras afetadas e órgãos governamentais dos países afetados. A América Latina está no mapa das vítimas.

Exército fará 20 mil mapas digitais da Amazônia

As Forças Armadas sempre foram, para o bem e para o mal, fortes impulsionadoras do avanço das tecnologias. Não tanto no Brasil.

Se ao longo da história, o Exército sofreu várias fases por estar mal aparelhado, imagine a Aeronáutica e a Marinha. Literatura sobre compras de blindados e navios usados em condições tão precárias que não podiam ser usados estão aí para quem quiser ver. Mas, quem diria, a tecnologia da informação está aí para tentar diminuir esse abismo.

O Centro de Imagens Geográficas do Exército (CIGEx) acaba de comprar em um sistema de comunicação para a produção de mapas via satélite, equipamentos e serviços incluídos. O objetivo é mapear a Amazônia com 20 mil fotos de satélite na escala 1:100 000, suficiente para mapear dados sobre solo, terreno e rios.

O Projeto Radiografia da Amazônia começou este ano e se estenderá até 2015. Na licitação de 200 mil reais, vencida pela Arycom Comunicação, o Exército comprou o uso de fotos do satélite Inmarsat e de sistemas de comunicação que permitem a transmissão de dados a 256 Kbps, com picos de até 492 Kbps. Os equipamentos, alimentados por energia solar, serão usados para a captação de dados in loco pelas equipes de campo.

Aliás, de campo, não. De floresta. E amazônica.

Asus desenvolve celular com Android

Após HTC e Motorola, a Asus diz que também terá um smartphone com Android.

Alimentando as especulações em torno de novos gadgets, o blog asiático Digitimes publicou que a Asustek está desenvolvendo um celular com a plataforma Android, segundo uma fonte ligada à empresa.

O aparelho seria lançado na primeira metade de 2009 em Taiwan, país de origem da empresa, para depois ser comercializado em mercado internacional.

A empresa, aliás, lançou anteontem, dia 28 de outubro, no comércio taiwanês, o PDA Asustek 3.5G P552w, que promete ser uma revolução na categoria. Ele vem equipado com um processador de 624MHz, conectividade 3.5G HSDPA e GPS integrado ao Google Maps.

Somente em seu país, a Asustek espera vender 40.000 unidades de seus smartphones - número bastante alto, mesmo para sua grande população de quase 23 milhões. Para se ter uma idéia da dimensão da expectativa, a empresa vendeu 30.000 aparelhos em Taiwan, nos primeiros nove meses de 2008.

Para mães, web é tão nociva quanto álcool

Um estudo aponta que mães de adolescentes consideram a internet uma ameaça tão grave a seus filhos quanto dirigir embriagado.

O estudo foi realizado pela Harris Interactive, a pedido da McAfee, com mil mães de jovens entre 13 e 17 anos nos Estados Unidos.

A pesquisa apontou que 60% das mães consideram elevados os ricos a que seus filhos estão expostos ao navegar na web, como sofrer assédio sexual ou golpes financeiros online.

Nível similar (62% e 65%) foi apontado em relação a seus filhos dirigindo sob efeito de álcool ou sobre envolverem-se com drogas. A maior parte das mães (72%), afirma que mantém um acordo com seus filhos sobre o que é certo e o que é errado fazer online.

Muitos jovens, no entanto, são mais habilidosos que os pais com tecnologia e sabem disfarçar quando realizam atividades suspeitas na web.

O estudo mostra que 32% dos jovens dizem apagar seu histórico de navegação e 34% das meninas afirmam que já enviaram fotos e descrições sobre si a estranhos na web.

Brasil terá 100 mil usuários 3G em 2013

O Brasil terá 200 milhoes de usuários de celular em 2013, sendo 100 milhões em redes 3G e 4G, prevê a Nokia Siemmens Networks.

Segundo as projeções da empresa, o número de usuários 3G atualmente é de 3,5 milhões no Brasil.

A pesquisa prevê que o tráfego deve crescer a uma taxa anual de 90% no Brasil nos próximos cinco anos, passando de 35 Gigabits por segundo em 2008 para 1,7 mil Gigabits por segundo em 2013.

Serão necessários investimentos da ordem de R$ 9 bilhões entre 2008 e 2013 para viabilizar o cenário projetado pela empresa. Em contrapartida, a expectativa é de que, em 2013, o mercado gere uma receita de R$ 36 bilhões.

A companhia trabalha com a projeção de que já em 2011 as redes 4G baseadas na tecnologia LTE (Long Term Evolution) vão estrear no Brasil. “Em 2011, o espectro para WCDMA estará esgotado”, afirmou Wilson Cardoso, diretor de soluções para América Latina da Nokia Siemmens Networks.

Segundo o executivo, as operadoras serão pressionadas a investir nesta expansão pela própria demanda dos usuários. “A rede não pára, mas a oferta de aplicações será limitada pela falta de banda”, explica Cardoso.

A empresa alerta no estudo para a necessidade de aumentar o espectro disponível para a banda larga móvel no País. Segundo o levantamento, o uso de espectro para WCDMA aumentará de 3 MHz em 2008 para 265 MHz em 2013, exigindo medidas do órgão regulador para garantir a disponibilidade de espectro.

Vivo e Claro comentam impacto da crise

Os presidentes das operadoras Vivo e Claro aproveitaram seus discursos durante a Futurecom 2008 para comentar os efeitos da crise no País.

João Cox, presidente da Claro, abriu o evento nesta quarta-feira (29/10) dizendo que o segmento de telecomunicações será um importante alicerce para a economia do Brasil em 2008.

O executivo ressaltou que as teles terão que investir para suportar o crescimento dos usuários móveis, mesmo com as restrições globais para captação de crédito.

Roberto Lima, presidente da Vivo, também falou sobre os desafios e oportunidades da crise. Para o executivo, trata-se de um momento que marca a transição da sociedade industrial para a sociedade do conhecimento.

“Temos muito a ver com essa crise”, ele disse, ressaltando que o avanço das telecomunicações tornou possível a comunicação instantânea que movimenta os mercados com uma agilidade e integração sem precedentes.

“Faltará crédito para o consumo e haverá menos recurso para investir”, reconheceu o presidente. “Mas o Brasil pode ganhar com a nova ordem mundial”, enfatizou Lima.

Neste cenário, o presidente da Vivo chamou atenção para a necessidade de investir em educação, conhecimento e acesso à informação, ampliando a penetração da internet no País.

Oi defende fusão

Dos presidentes que falaram no evento nesta manhã, Luis Eduardo Falco, presidente da Oi, foi o único que não focou sua apresentação na crise.

Falco usou o palco da Futurecom como palanque para defender a fusão entre Oi e Brasil Telecom, refutando argumentos de que ela prejudicaria a competição.

“A chamada ‘supertele’ é apenas a quarta colocada em telefonia celular”, defendeu o executivo.

O executivo citou números sobre a penetração de celulares em São Paulo, que é 15% menor que a do Rio de Janeiro, para defender que há um mercado a ser explorado pela nova empresa que nascerá da fusão, caso ela seja aprovada.

“Só em São Paulo são 4,5 milhões de clientes que querem ser atendidos ontem”, ressaltou Falco.

Desenvolvedores terão Windows 7 em 2009

A Microsoft vai liberar uma versão beta das APIs do Windows 7 para desenvolvedores no início de 2009.

A companhia anunciou a decisão durante conferência para desenvolvedores nos Estados Unidos. Empresas de software e hardware terão acesso privilegiado e o mais completo possível ao sucessor do Vista ao longo do ano que vem.

A idéia da Microsoft é evitar os problemas que emperraram a adoção rápida do Vista quando este surgiu. Uma das principais reclamações de clientes corporativos e usuários finais é que o Vista não tem a compatibilidade ideal com grande quantidade de dispositivos.

Um dos pontos-chave para o sucesso do Windows 7 é ele ser amplamente compatível, avalia a Microsoft.

A companhia frustrou as expectativas de quem esperava grandes revelações sobre o Windows 7. A Microsoft apenas confirmou a expactativa de estreá-lo em 2010, bem como de torná-lo mais econômico do ponto de vista do consumo de energia, a fim de aproveitar seu uso em dispositivos móveis, como laptops.

A empresa disse que o Windows 7 trará grandes avanços na área de segurança para troca de dados sem fio e terá comandos passíveis de serem executados por meio de toques na tela.

Classes D e E buscam celular sofisticado

Usuários de áreas rurais e favelas em São Paulo e Recife buscam aparelhos com funções como música, fotos, filmes e acesso à internet, diz a Ericsson.

A fabricante encomendou uma pesquisa qualitativa à Ipsos, com o objetivo de entender o perfil de uso de celular nas classes D e E.

A pesquisa foi feita com seis grupos de oito usuários com idade entre 25 e 50 anos, divididos igualmente entre homems e mulheres, com e sem acesso a dispositivo de comunicação. O estudo foi feito em favelas das capitais São Paulo e Recife e na região rural de Indaiatuba (SP).

Segundo Caetano Notari, diretor de consultoria da Ericsson, a pesquisa mostrou que os usuários de baixa renda buscam aparelhos sofisticados, com recursos como vídeo, foto, MP3, rádio e conectividade Bluetooth.

“Quando perguntamos como é o celular ideal, a resposta é que tem que abrir e fechar, ser fininho, prateado e tocar música”, relata Notari. “O celular é um objeto aspiracional, é um símbolo de status”, ele acrescenta.

A pesquisa também identificou serviços que poderiam ser atrativos a essa faixa da população. Entre eles, destaca-se a possibilidade de usar o celular como plataforma de transferência de crédito, chamadas patrocinadas, pacotes convergentes (TV + internet + telefonia) e descontos dinâmicos, dependendo da região em que o usuário se encontra ou de picos de uso do serviço.

“Se as operadoras forrmatarem a comunicaçao para este público, terão uma grata surpresa”, disse o executivo.

A empresa pretende realizar agora uma pesquisa quantitativa para explorar melhor o tema. Os dados devem ser divulgados em dezembro.

Perfis distintos

A Ericsson também realizou uma pesquisa mais geral para determinar o perfil dos diferentes usuários de celular no Brasil.

A fabricante segmentou o os clientes em sete perfis e destacou as características de cada um deles. No Brasil, três segmentos stem maior potencial entre os 1,2 mil usuários entrevistados, segundo a Ericsson.

O primeiro é o “Mainstream Youth” (10%), pessoas jovens que moram com os pais e ganham seus aparelhos. O segundo é o “In Touch Organizers” (16%), formado principalmente por mulheres com filhos que precisam organizar suas vidas. Destacam-se ainda os “Experiencers” (15%), que têm interesse em experimentar novos serviços.

Além destes, a Ericsson idendificou outros quatro perfis de uso: os “Basic Phoners” (15%), mais resistentes à tecnologia; o “Mainstream Materialist” (14%), adultos mais maduros que buscam o reconhecimento da sociedade; o “Pioneer Youth” (10%), jovens solteiros que vivem com os pais, mas tem maior poder aquisitivo; e os “Careerists” (4%), grupo com alta renda e formação escolar, que usam a tecnologia como vantagem profissional.

Planeje-se para o mutirão do lixo eletrônico

Celulares velhos, baterias inúteis e pilhas usadas terão lugar certo amanhã: os pontos de coleta da Secretaria do Meio Ambiente de São Paulo.

O Dia do Mutirão do Lixo Eletrônico agirá a favor da reciclagem por 24 horas em todo o território paulista, a partir da manhã.

“A idéia de fazer apenas um dia especial serve para alertar a população dos sérios problemas que esses produtos eletrônicos podem causar. Será um movimento para a conscientização, assim como acontece nos eventos com temática de bom uso da água e os perigos das sacolas plásticas”, informa a Secretaria.

Presentes em alta concentração nas sucatas eletrônicas, os metais tóxicos podem contaminar o solo e atingir o lençol freático, intervindo na qualidade dos mananciais, além de causar grandes transtornos à cadeia alimentar.

Os produtos inutilizados podem ser entregues em alguns supermercados, parques e sedes do Governo Ambiental. Confira aqui a lista completa dos pontos em que o mutirão atuará.

No site também é possível ler sobre alguns graves transtornos que elementos químicos como bário, cádmio e mercúrio podem causar à natureza e à saúde humana.

Acessar rede social faz bem, mostra estudo

Um analista britânico afirmou que os patrões devem liberar o acesso de seus funcionários a redes sociais como o Facebook e o Orkut.

O estudo realizado pelo Demos.co.uk garante que encorajar os empregados a utilizarem redes sociais para cultivarem seus relacionamentos com colegas e clientes traz conseqüências positivas.

Peter Bradwell, responsável pela pesquisa, disse que em vez de manterem sistemas específicos para compartilhar informação, as empresas deviam agregar utilidades às redes sociais, melhorando a produtividade e estimulando a inovação e o trabalho democrático.

Mas Bradwell destaca a necessidade de se estabelecerem limites e normas para o uso desses sites.

“É praticamente impossível bloquear eficazmente o acesso ao Facebook ou ao MySpace, por isso sugiro que as companhias liberem a navegação nas redes sociais por um certo tempo”, ele afirmou.

“Precisamos entender como é possível gerenciar os desafios que essas plataformas nos apresentam, uma vez que participamos delas”, Bradwell acrescentou.

De acordo com a pesquisa, a tentativa de controlar o uso de páginas como o Facebook, que sozinho tem mais de 100 milhões de usuários espalhados no mundo, poderia até prejudicar as organizações.

“Empresas inteligentes perceberam que o ambiente corporativo dificilmente seria isolado das redes socias”, ele comentou.

Reuters